sexta-feira, fevereiro 03, 2017

[Livro] Diário de um Banana - Bons Tempos

O décimo volume da série Diário de um Banana, uma febre entre os mais jovens, é o livro de hoje aqui no Livro e Neblina. Conhecida por sua linguagem próxima dos diários e blogs adolescentes, a série mostra seu diferencial ao apresentar ilustrações simples (como tirinhas de jornal, em preto e branco) acompanhando uma narrativa próxima do vocabulário juvenil. As situações cotidianas e facilmente identificáveis pelo público, um dos principais trunfos de seu sucesso, mostram que as aventuras de Greg Heffley devem ter vida longa entre os leitores.

Título Original: Diary of a Wimpy Kid
Autor: Jeff Kinney
Páginas: 217

☁ ☁ ☁ ☁ ☁




O história em questão, de subtítulo Bons Tempos, começa quando a mãe de Greg, saudosista dos tempos em que a tecnologia ainda não era tão presente na vida das pessoas, resolve promover um abaixo assinado em seu bairro para fazer um final de semana entre os moradores sem qualquer tipo de equipamento moderno, como celular, computador, televisão e até mesmo despertador. Greg, um grande entusiasta dos confortos e facilidades que a vida moderna proporciona, entra em desespero só de pensar na ideia da mãe.
As divergências entre as gerações atuais com as antigas é a princípio o tema principal, mas o livro, apesar de curto, está longe de ficar preso aos mesmos conflitos durante toda a narrativa, o que poderia ser até prejudicial à comédia, se renovando constantemente a cada acontecimento. É uma leitura rápida e dinâmica.

A comicidade da história, além de nonsense em alguns momentos, é inteligentemente sutil, uma vez que o livro é narrado na ótica do ‘’banana’’ Greg, caindo no humor involuntário ao demonstrar as fraquezas e pensamentos próprios, causa principal das confusões em que se mete, vítima de seu raciocínio bobo, por vezes ingênuo, mas sempre bem intencionado.

Importante também destacar o bom trabalho feito pela tradução brasileira, que frequentemente deve deparar-se com expressões culturais e convenções tipicamente norte-americanas, presentes inclusive nos desenhos e muitas vezes crucias para a ação do humor, transportando-as para a língua portuguesa de forma muito eficiente.

É nítido que a série, depois de mais de dez volumes já publicados e outros continuamente anunciados, possa apresentar um cansaço em relação aos primeiros livros e um grande risco de esgotamento de assuntos para sua continuidade, mas ainda assim há bons momentos criativos e até mesmo boas surpresas. Diário de um Banana segue sendo um entretenimento de qualidade e uma ótima oportunidade de iniciação na leitura aos menores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário